Crônicas: Conheça Este Gênero Importante Para o Jornalismo

Tempo de leitura: 6 minutos

Na literatura ou no jornalismo a crônica é uma narração curta produzida para ser veiculada na imprensa, seja nas páginas de uma revista, nas páginas de um jornal ou mesmo na rádio. Além disso, também possui uma vida curta, pois as crônicas tratam de acontecimentos corriqueiros do cotidiano. Ela expõe os fatos seguindo uma ordem cronológica.

A palavra crônica deriva do grego “chronos” que significa “tempo”. Possui assim uma finalidade utilitária e pré-determinada: agradar aos leitores dentro de um espaço sempre igual e com a mesma localização, criando-se assim, no transcurso dos dias ou das semanas, uma familiaridade entre o escritor e aqueles que o leem.

Os cronistas procuram descrever os eventos relatados na crônica de acordo com a sua própria visão critica dos fatos. Muitas vezes através de frases dirigidas ao leitor, como se estivesse estabelecendo um diálogo.

O cronista observa o mundo e o apresenta aos leitores segundo sua interpretação, assumindo o papel intelectual conectado com os conflitos de seu tempo. A liberdade com relação as regras que direcionam a prática jornalística concede ao cronista maior autonomia para divulgar visões alternativas a respeito de temas da atualidade e , não raro, suscitar perplexidades.

Os textos deste gênero literário são marcados pelos comentários pessoais e o olhar subjetivo. Nesse sentido, a crônica funciona como um elemento de perturbação da objetividade, ampliando as possibilidades de leitura do jornal.

Se os fatos e o tempo são matéria prima da notícia, é também com fatos e com atualidade que a crônica joga. Só que ela os explora para ultrapassá-los.

Origem

A partir do século XV, com Fernão Lopes, a crônica passou a ser uma perspectiva individual ou interpretativa. Até então, resumia-se a relatos de acontecimentos históricos, registrados por ordem cronológica.

A crônica de teor crítico surgiu com os periódicos (folhetins e jornais), evoluindo até adentrar de vez ao jornalismo e à literatura. No século XIX, com o desenvolvimento da imprensa, a crônica passou a fazer parte dos jornais. Ela apareceu em 1799, no jornal de Débats, publicado em Paris.

A crônica literária, surgida a partir do folhetim, na França, tomou características próprias no Brasil.

Tipos de Crônicas

Embora seja um texto que faz parte do gênero narrativo, (com enredo, foco narrativo, personagens, tempo e espaço) há diversos tipos de crônicas que exploram outros gêneros textuais.

Crônica Descritiva

Ocorre quando uma crônica explora a caracterização de seres animados e inanimados em um espaço vivo como uma pintura, precisa como uma fotografia ou dinâmica como um filme publicado.

Crônica Narrativa

Tem por eixo uma história, o que a aproxima do conto. Pode ser tanto na 1ª quanto na 3ª pessoa do singular. Texto lírico (poético, mesmo em prosa). Comprometimento com fatos cotidianos.

Crônica Dissertativa

Opinião explicita, com argumentos mais sentimentalistas do que racionais. Exposto tanto na primeira pessoa do singular quanto na do plural.

Crônica Narrativo-Descritiva

É quando uma crônica explora a caracterização de seres, descrevendo-os. E ao mesmo tempo mostra fatos cotidianos no qual pode ser narrado em 1ª ou na 3ª pessoa do singular. É baseada em acontecimentos diários.

Crônica Humorística

Esse tipo de crônica apela para o humor como forma de entreter o público, ao mesmo tempo em que utiliza da ironia e do humor como ferramenta essencial para criticar alguns aspectos seja da sociedade, política, cultura, economia, etc. Importante destacar que muitas crônicas podem ser formadas por dois ou mais tipos, por exemplo: uma crônica jornalística e humorística.

Deve ter algo que chame a atenção do leitor assim como um pouco de humor. É sempre bom ter poucos personagens e apresentar tempo e espaços reduzidos. A linguagem é próxima do informal. Visão irônica ou cômica de fatos apresentados.

Crônica Lírica

Apresenta uma linguagem poética e metafórica. Nela, predominam: emoções, os sentimentos, traduzidos numa atitude poética.

Crônica Poética

Apresenta versos poéticos em forma de crônica, expressando sentimentos e reações de um determinado assunto.

Crônica Jornalística

As crônicas jornalísticas são as mais comuns da atualidade produzidas para os meios de comunicação, onde utilizam temas atuais para fazerem reflexões. Aproxima-se da crônica dissertativa.

Apresentação de noticias ou fatos baseados no cotidiano. Pode ser policial, desportiva, etc…

Crônica Histórica

Baseada em fatos reais ou fatos históricos.

A crônica histórica busca sempre relatar a realidade social, política ou cultural, avaliada pelo autor quase sempre com um tom de protesto ou de argumentação. Existem duas formas de crônica: a crônica narrativa, relatando fatos do cotidiano, com personagens, enredo, etc. e a crônica jornalística, uma forma mais moderna, que não narra e sim disserta, defende ou mostra um ponto de vista diferente do que a maioria enxerga.

As semelhanças entre elas são o caráter crítico, o humor, a ironia, até mesmo com um tom sarcástico. No entanto, a crônica conta fatos cotidianos comuns da vida real das pessoas. Não se deve confundir crônica com conto ou fábula, que contam fatos inusitados e irreais.

Marcada por relatar fatos ou acontecimentos históricos, com personagens, tempo e espaço definidos. Aproxima-se da crônica narrativa.

Crônica Argumentativa

A crônica argumentativa consiste em um tipo mais moderno de crônica, no qual o cronista expressa o seu ponto de vista em relação a uma problemática da sociedade. Neste caso especifico, a ironia e o sarcasmo são usados como instrumento para transmitir uma opinião e abordar um determinado assunto.

Referências:

  1. Wikipédia, Crônica (gênero), disponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/Crônica_(gênero)>.
  2. Daniela Diana, Toda Matéria, Crônica, disponível em: <https://www.todamateria.com.br/cronica/>.
  3. Significados, Significado de Crônica, disponível em: <https://www.significados.com.br/cronica/>.
  4. Carlos Eduardo Varella Pinheiro Motta, Infoescola, Crônica Literária, disponível em: <https://www.infoescola.com/redacao/cronica-literaria/>.

Imagem Pixabay.

Comments

comments