Samsung: Conheça a História de Uma das Maiores Empresas do Mundo

Tempo de leitura: 12 minutos

A Samsung é uma empresa multinacional sul-coreana, sediada em Seul. Compreende numerosas empresas afiliadas, a maioria delas unidas sob a marca Samsung, o maior conglomerado empresarial da Coréia do Sul.

Fundada por Lee Byung-Chul, em 1938, nas três décadas seguintes, o grupo se diversificou em áreas como; processamento de alimentos, têxteis, seguros, títulos e varejo.

Entrou na indústria de eletrônicos no final da década de 1960 e nas indústrias de construção e construção naval em meados da década de 1970; áreas que conduziram seu crescimento subsequente.

Desde 1990, a empresa tem globalizado cada vez mais suas atividades e produtos eletrônicos; em particular seus telefones celulares e semicondutores se tornaram sua fonte de renda mais importante.

A partir de 2017, a Samsung tem o 6º maior valor de marca global. Suas empresas afiliadas produzem cerca de um quinto das exportações totais da Coréia do Sul.

Este artigo trás a história da Samsung continue lendo para saber mais sobre:

História

A empresa no Brasil

Os Celulares

História

Prédio da Samsung
By Oskar Alexanderson (originally posted to Flickr as DSC_0234) [CC BY-SA 2.0 (https://creativecommons.org/licenses/by-sa/2.0)], via Wikimedia Commons
Tudo começou na coréia do Sul em 1938. Lee Byung-Chul de uma grande família terrateniente no município de Uiryeong mudou-se para a cidade próxima de Daegu e fundou a Samsung Sanghoe.

Com 28 anos o empresário Lee Byung-Chul já acumulava investimentos em plantação de arroz e muitos estudos em economia. A primeira empreitada de sucesso foi mesmo a Samsung Tradyng Company que ele abriu com uma verba bem limitada.

Não tinha nada relacionado com eletrônicos, era uma pequena loja de importação e exportação de produtos como; peixe desidratado, vegetais e até macarrão de produção própria.

Começou como uma pequena empresa comercial com quarenta funcionários localizados em Su-dong, atualmente Ingyo-dong. Enfim a empresa prosperou e Lee mudou sua sede para Seul em 1947.

Entretanto, no mesmo ano aconteceu a guerra da Coréia gerando conflito e instabilidade na região e obrigou Lee Byung-Chul a deixar a cidade. Ele quase perdeu todo o negocio, por conta do conflito, mas a diversidade de produtos oferecidos e espalhados por várias cidades manteve a Samsung de pé.

A Samsung se diversificou em muitas áreas diferentes. Lee procurou estabelecê-la como líder em uma ampla gama de indústrias e mudou-se para linhas de negócios como seguros, títulos e varejo.

O Grupo Samsung entrou na indústria eletrônica em 1969. Afinal, o que era para ser mais um braço dessa corporação, acabou se tornando um dos principais setores de toda a empresa.

Formou várias divisões relacionadas à eletrônica como; Samsung Eletronics Devices, Samsung Electro-Mechanics, Samsung Corning e Samsung Semiconductor & Telecommunications e fez a innstalação em Suwon. Seu primeiro produto foi um aparelho de televisão em preto e branco que foi um sucesso na Coréia.

1970 a 1990

Fundador da Samsung
See page for author [Public domain or Public domain], via Wikimedia Commons
Em 1980, a Samsung adquiriu o Hanguk Jeonja Tongsin da Gumi e entrou no hardware de telecomunicações. Os primeiros produtos foram quadros de distribuição. A instalação foi desenvolvida nos sistemas de fabricação de telefone e fax e tornou-se o centro da fabricação de celulares da empresa.

Depois da morte de seu fundador em 1987, a Samsung foi separada em quatro grupos empresariais; Grupo Samsung, Grupo Shinsegae, Grupo CJ e Grupo Hansol. Hoje esses grupos separados são independentes e não fazem mais parte do grupo Samsung.

Na década de 1980, a Samsung Eletronics começou a investir fortemente em pesquisa e desenvolvimento. Investimentos que foram fundamentais para impulsionar a empresa na vanguarda da indústria eletrônica global.

Em 1982, construiu uma fábrica de montagem de televisão em Portugal; em 1984, uma fábrica em Nova Iorque; em 1985, uma fábrica em Tóquio; em 1987, uma instalação na Inglaterra; e outra instalação em Austin, Texas, em 1996.

1990 a 2000

Primeiro computador pessoal da Samsung
SPC-1000 de 1982 primeiro computador pessoal vendido somente no mercado coreano. By (User:Zanny) [Public domain], from Wikimedia Commons
A Samsung se expandiu como uma empresa internacional na década de 1990. O ramo de construção da empresa recebeu contratos para construir uma das duas Torres Petronas na Malásia, Taipei 101, em Taiwan e a Burj Khalifa nos Emirados Árabes Unidos.

Em 1993, Lee Kun-hee vendeu dez subsidiarias do Grupo Samsung e juntou outras operações para se concentrar em três indústrias; eletroeletrônicos, engenharia e produtos químicos.

Tornou se o maior produtor mundial de chips de memória em 1992 e é o segundo maior fabricante de chips do mundo após a Intel. Em 1995, criou sua primeira tela de cristal liquido. Dez anos depois, tornou-se o maior fabricante mundial de painéis de exibição de cristal liquido.

Em comparação com outras grandes empresas coreanas, a Samsung sobreviveu à crise financeira asiática de 1997 relativamente ilesa. No entanto, a Samsung motor foi vendida a Renault. A partir de 2010, a Renault Samsung possui 80,1% de propriedade da Renault e 19,9% da Samsung.

Além disso, fabricou uma gama de aeronaves na década de 1980. A empresa foi fundada em 1999 como Korea Aerospace Industries (KAI), o resultado da fusão entre as três principais divisões aeroespaciais domésticas da Samsung Aerospace, Daewoo Heavy industries e Hyundae Space and Aircraft Company.

A empresa ainda fabrica motores de aeronaves e turbinas a gás.

2000 a 2015

Em 2000, abriu um laboratório de programação de computadores em Varsóvia, na Polônia. Seu trabalho começou com a tecnologia set-top-box antes de entrar em TV digital e Smartphones.

A partir de 2011, a base de Varsóvia é o Centro de P&D mais importante da Samsung na Europa; recrutando 400 novos empregados por ano até o final de 2013.

Em dezembro de 2011, a Samsung Electronics vendeu seu negócio de discos rígidos para a Seagate.

No primeiro trimestre de 2012, a Samsung Electronics tornou-se a maior fabricante de celulares do mundo por vendas de unidades, ultrapassando a Nokia, que havia sido líder de mercado desde 1998.

Na edição do Austin American Stateman emitido em 21 de agosto de 2012, confirmou planos para gastar 3 a 4 bilhões de dólares convertendo a metade de sua fábrica de chips em Austin em um chip mais lucrativo.

Em 14 de março de 2013, a empresa apresentou o Galaxy S4.

Em 4 de setembro de 2012, que planeja examinar todos os seus fornecedores chineses por possíveis violações das políticas trabalhistas. A companhia disse que vai realizar auditorias de 250 empresas chinesas que são seus fornecedores exclusivos. Bem, o objetivo é ver se crianças com menos de 16 anos estão sendo usadas em suas fábricas.

Em maio de 2014, anunciou que encerraria seu serviço de transmissão em 1º de julho de 2014; também significando o fim do aplicativo Samsung Music Hub que normalmente vem instalado em seus telefones Android.

Em 3 de setembro de 2014, anunciou o Gear VR um dispositivo de realidade virtual em colaboração com o Óculos VR e desenvolvido para o Galaxy Note 4.

2016 a 2017

Em janeiro de 2016, a Samsung anunciou que trabalhará com a Microsoft para desenvolver dispositivos lot baseados no Windows 10. As empresas trabalharão juntas para desenvolver produtos que serão executados na plataforma, além de se integrarem a outras empresas que desenvolvem hardware e serviços na Microsoft. OS.

A Samsung lançou um smartwatch de fitness Gear fit 2 e uma marca de fones de ouvido sem fio chamado Gear Icon X.

Em 2 de agosto de 2016, apresentou o smartphone Galaxy Note 7, que entrou em venda no dia 19. Entretanto, no inicio de setembro de 2016, a Samsung suspendeu as vendas do telefone e anunciou um recall informal. Isso aconteceu depois que algumas unidades dos telefones apresentaram defeito nas baterias que as fazia produzir um calor excessivo, levando a incêndios e explosões.

Em 29 de março de 2017, apresentou seus novos smartphones emblemáticos Samsung Galaxy S8 e S8 plus. Além disso, em 29 de agosto de 2017, a Samsung anunciou seu smartphone topo de linha Samsung Galaxy Note8.

Estes telefones também foram complementados por uma série de telefones média e baixa, bem como o smartphone Samsung Galaxy S8 Active.

A empresa no Brasil

Samsung Galaxy Note Séries
Android Open Source project [Apache License 2.0 (http://www.apache.org/licenses/LICENSE-2.0), GPL (http://www.gnu.org/licenses/gpl.html) or CC BY 2.5 (https://creativecommons.org/licenses/by/2.5)], from Wikimedia Commons
A Samsung chegou ao Brasil em 1987, onde começou vendendo monitores e discos rígidos. No inicio a empresa não lidava com o consumidor final, realizando negócios apenas com clientes corporativos. Mesmo assim, os produtos eram nacionais e produzidos em Manaus.

A Samsung Eletrônica da Amazônia Ltda. é uma das principais fabricantes de produtos eletroeletrônicos. Afinal, está entre os lideres do mercado nacional de televisores de LCD e LED e multifuncionais a lazer.

No Brasil a Samsung é pioneira na fabricação local de tablets, TVs com tecnologia LED e 3D e na oferta de aparelhos com acesso a conteúdo da internet. Além de ter sido a primeira a produzir modelos de TV e celular com conversor embutido, prontos para receber o sinal digital.

Há mais de dez anos produzindo localmente monitores e há sete anos celulares; a empresa tem em Campinas a sua primeira unidade fabril do segmento de impressoras e multifuncionais, localizada fora da Ásia.

Sendo a sexta marca mais valiosa do mundo e a segunda companhia de tecnologia com o maior lucro do planeta, a Samsung é a marca mais lembrada pelos consumidores brasileiros.

Só nos últimos dois anos, de acordo com dados da própria empresa e do GFK, sua participação nas vendas totais de smartphones é de em média 50%. Logo, a cada dois smartphones vendidos no país um deles é Samsung.

Tudo isso, faz do Brasil o terceiro maior mercado da companhia em smartphones.

Os Celulares

Samsung Galaxy
Android Open Source project [Apache License 2.0 (http://www.apache.org/licenses/LICENSE-2.0) or CC BY 2.5 (https://creativecommons.org/licenses/by/2.5)], from Wikimedia Commons
Em 1985, a marca lançou sua primeira tentativa de um celular. O modelo SC-1000 era imenso se comparado aos modelos de hoje; tinha a tela pequena e antena no canto direito, com o preço ainda muito elevado, voltado para o mundo corporativo.

Anos de melhoria na tecnologia resultaram em mais um celular, parecido com o dos concorrentes e apenas 100 gramas menos. Depois foram os celulares com flip, sem as cores vibrantes que estamos acostumados, os celulares embutidos em relógio de pulso até finalmente, dispositivos com telas coloridas.

Em 2003, passou a vender celulares com disponibilidade para conexão 3G para o sistema Windows Móbile SHC-i600. Sincronizar os contatos e a possibilidade de receber e enviar e-mails eram uma grande novidade na época.

Depois veio a tecnologia GSM, que permitia utilizar o dispositivo de qualquer lugar do mundo. As câmeras que ainda não eram tão eficientes, o corpo que deslizava para abrir como no formato LG Chocolate, espessura cada vez mais fina e teclados completos similares ao BlackBerry.

Tudo isso, antes de chegar ao essencial touch screen ou tela sensível ao toque.

Mais alguns anos aprimorando a tecnologia e em 2008, logo após o surgimento do iPhone, a companhia começou a acertar em seus dispositivos móveis. Finalmente foi lançado o i7500 o primeiro smartphone da marca com o sistema operacional Android, o cupcake sua terceira versão.

Hoje já são mais de 100 modelos Samsung com a plataforma.

Linha Samsung Galaxy

A primeira geração do smartphone de 2010, ainda rodava o Android 2.1, Eclair, numa tela de 4 polegadas.

O Galaxy S era um avanço em comparação com outros dispositivos da época e sua câmera com 5 megapixels atraiu 24 milhões de fãs em todo o mundo. Foi nesse momento que a Samsung percebeu que poderia se sobressair no mercado de dispositivos móveis.

Em 2011, lançou Galaxy Y aparelho potente com Android 2.3; seu primeiro tablet Samsung Galaxy Tab; e o novo smartphone “top de linha” da empresa, o Samsung Galaxy Note pesando 178 gramas e medindo 9,65 mm de espessura.

Em 2012, o Galaxy S2, equipado com conectividade 4G, que ainda estava nascendo e câmera ainda mais potente numa tela de 4.3 polegadas.

Com o S3, veio a mudança no design, tornando o dispositivo mais próximo dos que estão disponíveis hoje. A revolução, no entanto, causou uma batalha judicial com a Apple, devido as semelhanças físicas com o iPhone.

A próxima versão o Galaxy S4, chegou as lojas recheado de novidades, com ótimo desempenho e qualidade excepcional, se tornou referencia em inovação móbile. A versão posterior não foi tão bem recebida. Sensores e leitor biométrico não foram capazes de cativar um usuário cada vez mais exigente.

Com uma nova identidade, o Galaxy S6 deu um grande salto. A marca apresentou os smartphones com capacidade de 16 GB e investiu em recursos de ponta, na duração da bateria e numa câmera ainda mais potente.

A linha Galaxy conta ainda com as categorias Galaxy A, Galaxy J e Galaxy E.

Veja produtos relacionados a Samsung. Ir à Loja!

Referências:

  1. Wikipédia, Samsung disponível neste link.
  2. Bem Mais Seguro, História da Samsung: Entenda a Marca que Tornou-se Líder disponível neste link.
  3. Fernando Telles, Show me Tech, 30 Anos de Brasil: Conheça a História Revolucionária da Samsung disponível neste link.
  4. Mário F. Braga, Fórum da Tecnologia, História da Samsung no Brasil disponível neste link.

Imagens Pixabay e Wikimedia Commons.